#SPDIRETASJÁ


São Paulo terá tempo bom para o ato SP Diretas Já neste domingo.


Com início às 11h, manifestação terá apresentação de artistas e participação de diversos movimentos populares para pedir a saída de Temer e Diretas Já. Acompanhe a cobertura colaborativa


São Paulo – O Largo da Batata, na zona oeste da capital paulista, será palco de mais um ato popular pela saída de Michel Temer e pelas Diretas Já neste domingo (4). O movimento é convocado por blocos de carnaval da cidade, artistas, ativistas de mídia independente e contará também com a participação de movimentos sociais, como os reunidos nas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo.

Assim, a festa pela diretas contará com artistas como Emicida, Mano Brown, Maria Gadu, Péricles, Criolo, Tulipa Ruiz, Otto, Simoninha, Chico César e Pitty irão se apresentar durante o ato. Também haverá participação de blocos de carnaval, como o Tarado Ni Você e o Acadêmicos do Baixo Augusta. E também com integrantes do MST, UNE, Levante Popular da Juventude, MTST, que compõem essas frentes de movimentos sociais e convocam seus integrantes.

A manifestação começa às 11h e deve se estender por todo o domingo. A previsão é de tempo bom, com céu aberto e máxima de 28 graus – a sensação térmica ficará por conta do público. A jornalista e atriz Monica Iozzi será a cerimonialista, acompanhada do apresentador Leo Madeira. “A gente está junto porque Diretas Já e Fora Temer não tem dono. É um grito do povo brasileiro”, diz Leo.

“Este domingo é a vez da maior cidade do Brasil fazer sua manifestação pelas diretas. Certamente será ainda maior do que a manifestação feita no Rio de Janeiro”, convocou, via redes sociais, o ator Wagner Moura.

O coordenador da Frente Brasil Popular, Raimundo Bonfim, afirmou estar ansioso por esta “nova experiência”. “Vamos trabalhar para que ocorra tudo a contento e possamos dar mais um passo nessa ampla campanha para restabelecer a soberania popular. Já foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que autoriza eleições diretas. Agora vamos pressionar também os deputados”, diz Raimundo, para quem também é fundamental incluir nas incluir nas manifestações populares o combate às reformas que retiram direitos, como a trabalhista e a da Previdência,

Um rede colaborativa foi formada para dar vazão à cobertura do ato. Dezenas de sites e blogs, jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas, ativistas de redes sociais e comunicadores populares atuarão de maneira conjunta, compartilhando informações e conteúdo produzido em tempo real com a tag #SPDiretasJá. A RBA e a TVT participam da cobertura, que terá equipes de Mídia Ninja, Jornalista Livres, UJS, Outras Palavras, Cuca da UNE, Esquerda Online, 4V, Revista Fórum, Psol, Frente Brasil Popular, Levante, Fundação Perseu Abramo e Povo Sem Medo.

Obras no metrô
Quem vai de metrô no sentido centro bairro para manifestação, que fica próxima à estação Faria Lima, deve ficar atento ao aviso da Linha 4-Amarela, sobre obras no trajeto. Diz a nota:

“O trecho entre as estações Paulista e Fradique Coutinho estará interditado durante o horário operacional (das 4h40 à meia-noite) para a execução de obras na futura Estação Oscar Freire. As obras estão sob responsabilidade da Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô.

“A ViaQuatro, concessionária que opera a Linha 4-Amarela, colocará à disposição dos passageiros serviço de ônibus do sistema Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) para o deslocamento no trecho interditado.

“No desembarque, o passageiro receberá uma senha na área paga das estações Paulista ou Fradique Coutinho, próxima aos bloqueios, e deve devolvê-la ao embarcar na próxima estação. A senha garante o acesso dos usuários somente entre essas duas estações da Linha 4-Amarela e vale apenas para este domingo, dia da interdição.

“Na Estação Fradique Coutinho, o ponto de ônibus do Paese será em frente ao acesso da rua dos Pinheiros. Já na estação Paulista ficará situado em frente ao acesso no lado par da rua da Consolação, sentido bairro. A operação será normal entre Butantã e Fradique Coutinho e entre Paulista e Luz.”

Assista ao vídeo do Jornalistas Livres

Assistir vídeo